• Rafa Shanti

VOCÊ É ESCRITOR DA SUA HISTÓRIA?

A MAGIA DA VIDA está em descobrir que você pode ser agente principal da sua história e autor do seu próprio livro de contos.


Um dos primeiros aprendizados que tive nesse caminho foi que, precisava ir me descolando de tudo que por algum motivo me posicionava como vítima ou refém.


Isso dentro de casa, com meu povo, que confesso, ainda é um grande desafio!


Graças a Deus, vamos falar?


Porque tem sido ali meu maior crescimento!


Mas o fato é que demorei para perceber a posição de vítima que mantinha em relação a minha história com os meus pais.


Foi dificil não torná-los responsáveis pelas minha alegria e minhas dores, afinal pais são nossos super heróis, não são?

Bom, na minha mente deveriam ser!


Grande engano!


Descobri que eram humanos, como eu! Que decepção!


A primeira... a segunda veio depois, quando percebi que ignorava completamente o fato de que eles eram algo além de meus pais!


Demorou viu?


O importante aqui é saber que para quem tá com fome, nada mais sacia do que um prato de comida, e eu tinha fome e meus olhos só viam ela!


A fome de falar, de atrair olhares, ações e experiências que a promoviam e a afirmavam ainda mais. Eu trabalhava por ela, queria lhe dar um bom lugar!


Demorou para que lhe desse meus olhos, para que encarasse que ao mesmo tempo que trabalhava por ela, não a via, porque acreditava que o olhar que ela ansiava estava fora de mim.


Não estava nem aí para outras maneiras de ver, perceber ou compreender, quiçá pensar em alguém além da minha fome.


Eu tinha tempo e o gastava totalmente em julgar, apontar, exigir e torturar meus pais por não me darem o que eu precisava.


Cresci!


Venci a adolescência e já tinha uma filha nos braços e uma mãe voando nos céus, cedo demais!


Descobri que meus olhos faziam milagres e resolvi te contar isso para explanar que o que você vive não te torna, mas a maneira que você vê e reage ou melhor, responde, a isso constrói a pessoa que você é!



E se você se posiciona como refém dos seus pais, da sua família, do ambiente que nasceu, do trabalho que existe, das possibilidades atuais você não poderá jamais escrever sua história, porque vai te faltar o essencial!


REPERTÓRIO!


Porque escritores abrem horizontes com seu olhar, enxergam a realidade com o horizonte amplo, captam informações de todo o enredo, não se limitam ao olhar de um personagem.


E sabem, acima de tudo, que qualquer movimento delineia um NOVO futuro e um NOVO enredo aos outros participantes.


A astrologia me ensinou isso.


Adentrei nesse saber como personagem, vítima dos posicionamentos, refém dos significados consumidos nos livros, apostilas, estudos e encontros com mestres, para saciar a dor, estancá-la! Minha sede era imensa!


Porém a cada ferida fechada, um novo começo, um novo processo, um novo repertório, cada vez mais autoral.


E me lembrei da Anna Maria Costa Ribeiro, minha grande mestre nesse estudo, que em um de seus livros me disse, estude! Leia tudo. aprenda e depois? Me esqueça!


Genial!


Sábia!


Me libertou, e eu? Aprendi a escrever, aos poucos, minha própria história, como astróloga, terapeuta, professora, mãe, mulher, esposa e tantos outros personagens que me livro escolhe acrescentar!


Aprendi e hoje ensino! Não só a astrologia, mas a escrita, que torna cada ser autor de si e da sua própria história!


Te inspirou a escrever sua história? Me conta aqui, um pouco mais sobre você!

0 visualização

TANTO ASTRAL- Escola de Saberes Ocultos

CNPJ: 30.101.039.0001/66

EMAIL: cursos@escolatantoastral.com

WHATSAPP: (34) 99824-4520 (Luana)

                      (31) 99768-4032 (Rafaela)